SONS…O REGRESSO DE KATE BUSH

Publicado em 22 Março, 2014 Por...Mafalda Matos » Coisas do João Goulart

igor

 

Trata-me com a delicadeza, sou frágil, muito frágil ao toque quebra facilmente por dentro, sou feito de uma matéria altamente sensível que apesar de sensível com o tempo também aprendeu a arte de se abrigar do sol quente do Verão e do frio do Inverno, vai-se adaptando às estações. A minha carapaça vai-se fortalecendo com o tempo nesta vida dos homens confusos e alienados do caminho do amor. A ganância tomou conta das suas vidas e vivem para o lucro dos números totalmente indiferentes à pobreza na boca de tantos outros direcionados apenas para os seus fundamentalismos e ostentações exteriores de materialismo consumista e sede de poder, poder cego e destrutivo…trata-me com delicadeza, sou frágil, muito frágil, quebro facilmente quando exposto a céu aberto às injustiças deste mundo, deste país desta vida, preciso do meu escudo que antes não era eu, mas hoje sou eu…e tu, contigo, juntos lado a lado…e venha quem vier…
Sons…o regresso de Kate bush sugestão a ouvir

 

A cantora britânica Kate Bush, de 55 anos, anunciou hoje o regresso aos palcos com um conjunto de 15 concertos no reconhecido teatro londrino Hammersmith Apollo, 35 anos depois da sua primeira e última digressão. O primeiro concerto desta série de atuações, designada como “Before the Dawn” (Antes do Amanhecer, em português), está agendado para 26 agosto. Os concertos prolongam-se até 19 de setembro. Em 1979, a cantora de êxitos como “Wuthering Heights” ou “Babooshka” gravou nesta sala de espetáculos em Londres um concerto-filme. No mesmo ano, Kate Bush fez a única digressão da sua carreira (“The Tour of Life”). Apesar de uma discografia preenchida por vários êxitos, a carreira de Kate Bush foi marcada por esporádicas atuações ao vivo, um exercício que a cantora qualificava como “esgotante”. Há cerca de três anos, Kate Bush afirmou, numa entrevista, que gostaria de produzir novamente um concerto antes de ser muito “velha”. Em 2005, a cantora apresentou o seu primeiro álbum em 12 anos (“Aerial”), e em 2011 lançou o trabalho “50 Words for Snow”. Em abril do ano passado, Kate Bush recebeu a medalha de Comandante da Ordem do Império Britânico pela sua contribuição para o mundo da música, uma distinção que foi atribuída pela rainha Isabel de Inglaterra.

 

João

Comentários fechados