Rock in Rio celebra 30 anos de história

Publicado em 12 Janeiro, 2015 Por...Mafalda Matos » Destaque, Slider, Top

1991-Brasilok

Em 2004, o Rock in Rio veio revolucionar o panorama dos eventos de música em Portugal. Em 2015, o maior evento de música e entretenimento do mundo celebra três décadas de vida, repletas de momentos emblemático.
Em 1985, o Brasil passava por uma fase de transição após um longo período de ditadura militar, seguindo rumo à democracia. É por esta altura que nasce o Rock in Rio, na cidade que o batiza – o Rio de Janeiro -, no bairro de Jacarepaguá. Juntamente com o sonho nasce, também, a Cidade do Rock num recinto de 250 mil metros quadrados, construída especialmente para o primeiro evento musical a realizar-se em toda a América do Sul. Durante dez dias, entre 11 e 20 de janeiro, 1.380.000 pessoas assistiram à primeira edição daquele que viria a ser proclamado o maior evento de música e entretenimento do mundo.
O evento não nasceu pequeno e apesar de se viver a década de 80 e de os grandes nomes da música internacional estarem mais inacessíveis para um projeto recém-criado, a primeira edição do Rock in Rio levou até ao Rio de Janeiro verdadeiros ‘pesos pesados’. Queen, AC/DC, James Taylor, George Benson, Rod Stewart, Yes, Ozzy Osbourne e Iron Maiden foram alguns dos grandes artistas que subiram ao palco nessa edição. Isto sem contar com as principais estrelas da música nacional da época, como Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Rita Lee e Elba Ramalho.
Criar um evento para toda a família, capaz de reunir todos os estilos. Era este o principal objetivo do Rock in Rio que, hoje, se mantém em todos os países onde o evento se realiza – Brasil, Portugal, Espanha e, este ano, Estados Unidos da América.
Não foi fácil realizar o primeiro Rock in Rio há 30 anos. Começou como um sonho que exigiu muito trabalho para se poder concretizar. A vida é feita de sonhos e os sonhos precisam ser realizados. Bati, por isso, a várias portas e ultrapassei inúmeras barreiras. Só assim foi possível oferecer ao público um formato capaz de mudar a história da música. Acontece que o sonho foi, ainda, mais longe que o expectado e acabou por mudar, também, a história das pessoas. Mais de um milhão assistiu à primeira edição do Rock in Rio e mais de um milhão tem, hoje, essa história para contar, celebrando também eles o Rock in Rio nas suas vidas. Fico emocionado ao ouvir essas histórias e relatos e ao constatar que construímos um evento que tem passado de geração para geração. E isso é extremamente impactante e gratificante”, refere Roberto Medina, Presidente do Rock in Rio.
Marcos da primeira edição
São inúmeros os momentos emblemáticos que marcaram a história do Rock in Rio. Episódios que ficaram marcados na história da Organização do evento, do público e dos próprios artistas.
Em 1985, Freddie Mercury, vocalista dos Queen, ficou de tal forma emocionado com a reação do público durante o tema “Love of My Life” que decidiu conduzir a plateia num verdadeiro coro. A própria banda viria a recordar este episódio mais tarde, apontando-o como um dos mais belos momentos da carreira dos Queen.
Também nesse ano, a banda australiana AC/DC aceitou tocar no Brasil se fosse autorizada a utilização de um sino gigantesco, com 1.5 toneladas, durante o tema “Hell’s Bells”. A produção do Rock in Rio aceitou o desafio mas o palco não suportou o peso do sino. A banda acabou por utilizar uma réplica em gesso feita pela própria produção do evento.
Na mesma edição, Ozzy Osbourne levou a claque do Flamengo à loucura quando subiu ao palco com uma camisola do futebolista Zico.
Também em 1985 a banda Iron Maiden atuava, pela primeira vez, na América Latina – no palco do Rock in Rio. Às 23h58, numa alusão ao tema “Two Minutes to Midnight”, teve início um dos concertos mais emblemáticos da carreira da banda e do próprio evento, que contou com a presença de Eddie the Head, a mascote do grupo.
No dia em que atuaram os brasileiros Barão Vermelho, foi eleito o primeiro Presidente do Brasil após a ditadura, Tancredo Neves. A banda foi ovacionada e o momento que se viveu durante o tema “Pro Dia Nascer Feliz” ficaria, também, para a história do evento.
Próximas Paragens: Portugal e Espanha
Foi preciso coragem e determinação para concretizar um sonho chamado Rock in Rio. E foram estes mesmos valores que fizeram com que o evento voasse rumo à Europa.
Em maio de 2004, Portugal via nascer a sua Cidade do Rock, no Parque da Bela Vista, em Lisboa. Estava dado o primeiro passo para a internacionalização do Rock in Rio que, quatro anos mais tarde, chegaria ao país vizinho.
Na chegada a Portugal, o Rock in Rio-Lisboa posicionou-se como um grande parque temático da música, com uma oferta ímpar de entretenimento, dirigido a públicos de diferentes gostos e faixas etárias, com alto nível de qualidade das infraestruturas e com uma grande aposta na vertente de responsabilidade social, assumindo desde 2001 a atitude “Por um Mundo Melhor”.
Na sua primeira edição em solo nacional, o Rock in Rio-Lisboa entrou na vida e no coração dos portugueses e recebeu as atuações de artistas como Paul McCartney, Peter Gabriel, Ben Harper & The Innocent Criminals, Gilberto Gil, Foo Fighters, Evanescence, Metallica, Incubus, Slipknot, Britney Spears, Black Eyed Peas, Sting e Alicia Keys, entre outros, que subiram ao Palco Mundo para deleite das mais de 386 mil pessoas que marcaram presença no Parque da Bela Vista. No total, foram seis dias de festa, com 77 bandas/artistas a atuar.
Volvidos dez anos de Rock in Rio-Lisboa, o evento continua a fazer parte da vida dos portugueses que, com a família ou com os amigos, vivem experiências incríveis na Cidade do Rock. O crescimento do evento continua a ser notório e a oferta de música e entretenimento tem vindo a superar as expectativas do público, com as mais variadas surpresas que marcarão para sempre a história do evento e as memórias do público. Exemplo disso foi a atuação dos The Rolling Stones na edição de 2014, que contou com um convidado surpresa muito especial: The Boss, Bruce Springsteen.
Foi em Lisboa que o evento amadureceu e, de edição para edição, apostamos cada vez mais na excelência: do cartaz, das infraestruturas, da oferta de divertimento, dos acessos, apenas para citar alguns aspetos. Em Portugal, país que os artistas referem sempre como tendo um dos melhores públicos do mundo, fazemos por inovar a cada ano,” refere Roberta Medina, Vice-Presidente executiva do Rock in Rio.
A ligação entre Portugal e o Brasil também não é descurada pela organização. A herança cultural e histórica que une os dois países é muito forte, refletindo-se na atuação de artistas portugueses nas edições do Rio de Janeiro e de artistas brasileiros na edição portuguesa.
Em junho de 2008, foi a vez de Madrid receber o Rock in Rio.
O 30.º ano do Rock in Rio
O ano de 2015 será de muitas comemorações para o Rock in Rio. É o ano em que o evento completa 30 anos e a festa prolonga-se durante os vários meses. É, também, o ano de chegada do evento aos Estados Unidos da América, o maior mercado do showbizz mundial, o que reforça o facto de ser o maior evento de música e entretenimento do mundo. Em setembro realiza-se mais uma edição do Rock in Rio Brasil (a sexta), que terá lugar na Cidade do Rock do Rio de Janeiro, onde o evento nasceu.
Já em maio, o Rock in Rio-USA vai apoderar-se de Las Vegas Strip, pela primeira vez, durante dois fins de semana – 08-09 e 15-16 de maio.  Do cartaz fazem, já, parte nomes como Bruno Mars, Taylor Swift, No Doubt, Metallica, Linkin Park, Ed Sheeran, Maná e Rise Against no Palco Mundo. O Palco Sunset, por sua vez, receberá Deftones, Sepultura, John Legend, Coheed and Cambria e Joss Stone. A Cidade do Rock de Las Vegas vai receber mais de 100 performances ao longo de quatro dias de evento, num recinto que conta com três Rock Streets dedicadas aos sons e cultura do Brasil, Reino Unido e EUA.
A sexta edição brasileira do Rock in Rio está confirmada para os dias 18, 19, 20, 24, 25, 26 e 27 de setembro de 2015, no Rio de Janeiro, num recinto cuja área ultrapassa os 150.000 metros quadrados. Alguns cabeças de cartaz já são conhecidos: Katy Perry, A-Ha, System Of A Down e Queens of the Stone Age, que se apresentam no Palco Mundo; John Legend para o Palco Sunset.
Rock in Rio em números (que não param de crescer)
Ao longo de 30 anos, realizaram-se 14 edições de Rock in Rio. Em 2015, somam-se mais duas: Las Vegas em maio e Rio de Janeiro em setembro.
  • 7,5 milhões de pessoas já participaram no evento;
  • 11 milhões de seguidores nas redes sociais;
  • 274 atuações musicais passaram pelos palcos do Rock in Rio (Brasil, Portugal e Espanha);
  • 200 horas de música;
  • Transmissão para mais de mil milhões de espetadores em todo o mundo (TV e Internet);
  • Mais de R$ 1.261 mil milhões investidos na marca Rock in Rio;
  • R$ 55 milhões investidos em projetos sociais e ambientais;
  • 148 mil postos de trabalho criados ao longo dos anos.
 
Cronologia
1985
1.ª edição do Rock in Rio, Brasil
  • Local: Jacarepaguá
  • Duração: 10 dias (11 a 21 de janeiro)
  • Público: 1.380.000
  • Área do recinto: 250 mil m2
1991
2.ª edição do Rock in Rio, Brasil
  • Local: Maracanã
  • Duração: 9 dias (18-20 e 22-27 de janeiro)
  • Público: 700 mil
2001
3.ª edição do Rock in Rio, Brasil
  • Local: Jacarepaguá – Cidade do Rock
  • Duração: 7 dias (12-14 e 18-21 de janeiro)
  • Público: 1.235.000
  • Área do recinto: 200 mil m2
2004
1.ª edição do Rock in Rio, Lisboa
  • Local: Parque da Bela Vista
  • Duração: 6 dias (28-30 de maio e 4-6 de junho)
  • Público: 386 mil
  • Área do recinto: 200 mil m2
2006
2.ª edição do Rock in Rio, Lisboa
  • Local: Parque da Bela Vista
  • Duração: 5 dias (26-27 de maio e 2-4 de junho)
  • Público: 350 mil
  • Área do recinto: 200 mil m2
 
 
 
2008
3ª edição do Rock in Rio, Lisboa
  • Local: Parque da Bela Vista
  • Duração: 5 dias (30-31 de maio, 1, 5 e 6 de junho)
  • Público: 354 mil
  • Área do recinto: 200 mil m2
2008
1.ª edição do Rock in Rio, Madrid
  • Local: Arganda Del Rey
  • Duração: 5 dias (27-28 de junho e 4-6 de julho)
  • Público: 291 mil
  • Área do recinto: 200 mil m2
2010
4.ª edição do Rock in Rio, Lisboa
  • Local: Parque da Bela Vista
  • Duração: 5 dias (21, 22, 27, 29 e 30 de maio)
  • Público: 329 mil
  • Área do recinto: 200 mil m2
2010
2.ª edição do Rock in Rio, Madrid
  • Local: Arganda Del Rey
  • Duração: 5 dias (4, 5, 6, 11 e 14 de junho)
  • Público: 250 mil
  • Área do recinto: 200 mil m2
2011
4.ª edição do Rock in Rio, Brasil
  • Local: Jacarepaguá – Cidade do Rock
  • Duração: 7 dias (23-25 e 29-30 de setembro e 1-2 de outubro)
  • Público diário: 700 mil
  • Área do recinto: 150 mil m2
 
 
 
2012
5.ª edição do Rock in Rio Lisboa
  • Local: Parque da Bela Vista
  • Duração: 5 dias (25-26 de maio e 1-3 de junho)
  • Público: 353 mil
  • Área do recinto: 200 mil m2
2012
3.ª edição do Rock in Rio, Madrid
  • Local: Arganda Del Rey
  • Duração: 4 dias (30 de junho, 05-07 de julho)
  • Público: 186 mil
  • Área do recinto: 200 mil m2
2013
5.ª edição do Rock in Rio, Brasil
  • Local: Jacarepaguá – Cidade do Rock
  • Duração: 7 dias (13-15 de setembro e 19-22 de setembro)
  • Público: 595 mil
  • Área do recinto: 150 mil m2
2014
6.ª edição do Rock in Rio, Lisboa
  • Local: Parque da Bela Vista
  • Duração: 5 dias (25 e 29-31 de maio e 1 de junho)
  • Público: 345 mil
  • Área do recinto: 200 mil m2
 

Comentários fechados