Rádio ainda é a principal plataforma de áudio

Publicado em 2 Outubro, 2014 Por...Mafalda Matos » Curtas, Destaque
O consumo de conteúdo áudio continua a crescer no Reino Unido, em todas as plataformas, e a criar novas oportunidades para os anunciantes. Esta é a principal conclusão de um estudo realizado pelo Radio Advertising Bureau, em parceria com a The Sound, e com dados do estudo “RAJAR MIDASplus”. O alcance da rádio mantém-se estável e permite ao meio manter-se como a principal plataforma de consumo de conteúdo áudio, com 70% do total de tempo despendido.

Os serviços on-demand potenciaram o crescimento do total de horas semanais de consumo de áudio, que aumentou de 1,4 milhões de horas no outono de 2012 para 1,5 milhões de horas na primavera de 2014.

De acordo com o estudo, o áudio representa um papel importante no dia-a-dia das pessoas e dá resposta a seis necessidades fundamentais: ser um escape, potenciar o momento, melhorar o estado de espírito, alargar os horizontes, possibilitar a interação social e estar atualizado. Embora os diferentes estados de espírito e motivações afetem o tipo de áudio consumido, a rádio tradicional continua a ser a mais invocada para satisfazer as “necessidades fundamentais”.

De acordo com o Institute of Practitioners in Advertising (IPA), o áudio desempenha um papel importante na ativação de campanhas a curto-prazo e na construção de marca a longo-prazo. As campanhas presentes em rádio conseguem uma performance melhor do que as que não a incluem no seu planeamento de media – em métricas como as vendas, o Return On Marketing Investment (ROMI) e a rentabilidade. O efeito em termos de confiança na marca é também superior.

– Fonte: ligateamedia

Comentários fechados