NOVA WEB SERIE DOCUMENTAL EXPLORA A HISTORIA DA MUSICA JAPONESA DE VIDEO GAMES

Publicado em 28 Agosto, 2014 Por...Mafalda Matos » Slider
Ao longo de mais de três décadas, os vídeo games japoneses têm apresentado algumas das melodias mais reconhecidas no mundo da cultura pop global. No entanto, a maioria das pessoas que criaram essas músicas intemporais permaneceram sem rosto. Agora, uma nova série de documentários da Red Bull Music Academy conta a história de homens e mulheres por trás da maior exportação musical japonesa. Ao longo de seis episódios, Diggin ‘In The Carts explora a história da música dos video games nipónica da era dos 8-bit até hoje. “Queremos mostrar que esses homens e mulheres japoneses tiveram uma incrível influência sobre a cultura global e em alguns dos maiores nomes da música moderna”, diz Nick Dwyer, o criador da série.
 
Seis episódios dedicados às pessoas por trás da evolução dos vídeo jogos japoneses de música. Apresentando entrevistas exclusivas com pioneiros como Hirokazu Tanaka e Nobuo Uematsu, bem como artistas contemporâneos, como Flying Lotus, Dizzee Rascal e Fatima Al Qadiri. Primeiro episódio em estreia a 4 de setembro em redbullmusicacademy.com
Examinando um novo capítulo na evolução da música de vídeo games a cada episódio, a série apresenta entrevistas exclusivas com alguns dos maiores compositores do género, incluindo Hirokazu “Hip” Tanaka, que criou a música para jogos clássicos como Tetris e Metroid, Yuzo Koshiro, que se inspirou na vida noturna de Tóquio do início dos anos 90, quando compôs a banda sonora de Streets of Rage, e Nobuo Uematsu, cujo as pautas da série Final Fantasy foram tocadas por algumas das principais orquestras mundiais.
 
Todas as entrevistas foram realizadas localmente, levando os espectadores ao coração do estilo de vida japonês. “O Japão é um país tão incrivelmente belo”, disse Tu Neill, que dirigiu e produziu a série juntamente com Nick Dwyer. “Queríamos mostrar tanto dele quanto podíamos, acrescentando sempre mais um retrato do que torna esta cultura tão rica e tão variada.”
 
Para salientar o impacto global do seu trabalho, as entrevistas com os compositores japoneses são justapostos com depoimentos de alguns dos expoentes de hoje, como Flying Lotus, Dizzee Rascal, Just Blaze, Joker, Fatima Al Qadiri, Kode9, Havoc, J-Rocc e Ikonika, que descrevem como sua própria abordagem ao fazer música tem sido fortemente influenciada pela música de vídeo games.
 
O trailer é apresentado hoje , o primeiro episódio de Diggin’ In the Carts vai estrear na quinta-feira, dia 4 de Setembro na redbullmusicacademy.com. A série é lançada antes da edição Red Bull Music Academy em Tóquio. Entre de 12 de outubro e 14 de novembro, o laboratório mundial de música e festival de eventos itinerante vai receber cinco semanas de workshops, concertos, noites de clubbing, e todo o tipo de extravagâncias musicais por toda a cidade.
 
Na Ásia pela primeira vez, a Academia propõe-se a explorar o rico legado musical e artístico do Japão, e o enorme impacto que a sua música e tecnologia tem tido a nível mundial. Na sua história de 16 anos, a Red Bull Music Academy tem estado na vanguarda da promoção de talentos emergentes e potencia uma plataforma para algumas das mentes musicais mais marcantes da história recente, convidando-os para criar, colaborar e comemorar.
 
Nesta 16ª edição reunimos 59 meticulosamente selecionados produtores, vocalistas, beat-makers, instrumentistas e DJs de 34 países. Eles vão participar de palestras únicas, sessões de estúdio e colaborar musicalmente num espaço criativo custom-built em Shibuya, projetado pelo premiado arquiteto Kengo Kuma.

Comentários fechados