João Bernardo ganha prémio: Música DiscoverAzores

Publicado em 16 Junho, 2015 Por...Mafalda Matos » Contribuição, Curtas, Destaque, Slider

yu-compressed

 

O jovem artista faz parte de uma geração que saiu dos Açores para adquirir formação ao mais alto nível,  um apaixonado pelos sons jazz, desde muito cedo iniciou-se nos concertos ao vivo que faziam tremer ponta delgada…algo ja se sentia sobre um futuro no mundo da musica.
Agora a MiratecArts lançou um desafio aos compositores para participar no Prémio de Música DiscoverAzores. Depois das temáticas “Descobrir Açores” e “Vinha, Vindimas, Vinho” esta terceira edição do concurso foi  “Pedras Negras” os artistas apresentaram composições originais para celebrar o que sentiam sobre  tema.
Assim o grande vencedor do Prémio de Música DiscoverAzores 2015 é o micaelense João Nuno Bernardo com a composição intitulada do mesmo nome do tema do concurso “Pedras Negras”.
O jovem estreou a peça no concerto a solo, este passado sábado, durante o Azores Fringe Festival, um belo tema digno de registo, uma ponta levantada sobre um dos futuros talentos das nove ilhas ao redor do mundo da musica.  Esta foi a sua primeira vez na ilha do Pico, mas de certeza não a última, por já haver interesse do público para apoiar o retorno do artista.
João Bernardo iniciou o estudo do piano aos 6 anos e do Jazz aos 15. Realizou diversos workshops em Portugal onde aprendeu com grandes músicos do panorama do Jazz Nacional e Internacional. Em 2009 seguiu para Lisboa para frequentar o Instituto Universitário de Lisboa e estudar no Hot Clube de Portugal. Actualmente estuda Jazz na Escola Superior de Música de Lisboa onde trabalha com o pianista João Paulo E. Silva. Participa em projectos de jazz moderno e mainstream e para além do piano dedica-se também à composição.

 

Comentários fechados