Internet volta a pôr o podcast na moda

Publicado em 6 Janeiro, 2015 Por...Mafalda Matos » Top

Radio_moda_430

Nas últimas semanas, todos os meios de comunicação norte-americanos que acompanham a par e passo as tendências verdadeiramente marcantes têm repetido até à exaustão uma palavra nas suas manchetes.

A palavra é “Serial” e por detrás dela está não apenas um documentário (um género que tradicionalmente não desperta grandes paixões), mas também um programa de rádio que pode muito simplesmente ser classificado como independente.

“Serial” recolhe a investigação que Sarah Koenig, uma produtora associada de This American Life (um dos podcasts que estão a recuperar este género nos EUA), realizou sobre a relação entre Adnan Syed, um estudante adolescente, e a sua ex-namorada Hae Min Lee, por ele assassinada em 1999, de acordo com um tribunal norte-americano, com base no testemunho de um dos seus dois jovens amigos. Koenig entregou-se a uma intensa investigação e o podcast (um programa de quase uma hora que ia para o ar todas as semanas) era sempre ansiosamente esperado pelos internautas.

Este podcast tornou-se líder de downloads do iTunes em vários países e alcançou milhões de ouvintes. Um artigo publicado no The Wall Street Journal associa inclusive os conteúdos de “Serial” à época de ouro da rádio e sublinha que o seu efeito sobre o público foi muitíssimo superior ao que geralmente acontece na Internet.

Muitos professores de inglês de faculdades americanas começaram a usar o programa como material de estudo (devido ao seu grande domínio das técnicas narrativas), os internautas começaram a investigar, por si próprios, os factos à medida que os programas iam para o ar e até Hollywood começou a revelar uma verdadeira obsessão pela história.

O facto de ser uma estação pública de Chicago, associada a uma organização sem fins lucrativos, a produzir “Serial” reforça ainda mais a importância do impacto verdadeiramente extraordinário que o programa alcançou.

FONTE: ligateamedia.pt

Comentários fechados