Concerto de Wim Mertens em Ponta Delgada

Publicado em 28 Julho, 2014 Por...Mafalda Matos » Curtas

Wim Mertens, a 17 de Setembro, no 10º aniversário da reabertura do Teatro Micaelense a vida de uma década.

O renovado Teatro reabriu em Setembro de 2004 com a missão de assegurar a prestação de um serviço público no domínio da promoção cultural, através da apresentação, produção e coprdução de atividades nas mais diversas vertentes artísticas. Paralelamente, e complementarmente, o Teatro Micaelense – Centro de Congressos assume-se como um instrumento privilegiado para o desenvolvimento do sector MI (Meetings and Incentives) nos Açores, permitindo a realização de conferências, reuniões profissionais e outros eventos sociais.

Para celebrar este aniversário, o Teatro Micaelense tem previsto, até ao final do ano, um conjunto de atividades, das quais se destaca a estreia nos Açores do músico belga.

A música de Wim Mertens alimenta os mais fervorosos e por vezes até imprevisíveis cultos: Raymond Benson, um dos escritores responsáveis pelas continuadas sagas de James Bond, inclui uma referência à música do compositor belga na aventura do agente secreto britânico que levou o título de “High Time To Kill”, em 1999. O que faz pleno sentido, afinal de contas, mistério é o que não falta nas composições deste prolífico artista que já lançou mais de 60 títulos desde que se estreou em disco em 1980. Neste espetáculo, que tem merecido os mais veementes aplausos nas melhores salas da Europa, o compositor entrega-se a alguns momentos decisivos da sua obra – como o emblemático “Struggle For Pleasure” – ou trabalhos mais recentes como “Zee Vs Zed”, juntando a sua voz inconfundível ao seu profundo lirismo no piano.

Os bilhetes para o concerto de Wim Mertens têm um preço de 20 euros (plateia) e 15 euros (balcão) e estarão à venda a partir de 3ª feira, 29 de Julho. A bilheteira do Teatro Micaelense estará encerrada entre 2 de Agosto e 2 de Setembro, mas os bilhetes poderão continuar a ser adquiridos através da Bilheteira Online.

Comentários fechados