“Camisinha de flanela para quando for à janela não se constipar com a aragem”

Publicado em 26 Junho, 2014 Por...Mafalda Matos » Multimédia

João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira foram os artistas convidados pela Red Bull para a  edição 2014 de Red Bull O Santo Vertical, a festa que marca a cidade na noite de Santo António. Essa intervenção teve três momentos distintos: “Intendente” foi o conjunto de vídeos de vários artistas que a dupla João Pedro / Nuno organizou e mostrou em diversos bares da zona do Largo do Intendente entre dia 5 e dia 12 de Junho; depois veio “Nas Nuvens”, a intervenção que elevou músicos e apresentadores até ao céu, dando aos concertos e a toda a festa um verdadeiro sentido vertical; finalmente vem “Camisinha de flanela para quando for à janela não se constipar com a aragem”, um filme que procura contar toda a história de uma grande aventura, uma espécie de resumo da matéria dada.
A ideia, de facto, era haver um filme com o título referido que, explica João Pedro Vale, é retirado de uma das estrofes “de um poema do Carlos Paião para uma canção de 1982 cantada pela Amália Rodrigues, Senhor Extraterrestre. Achámos desde o início que esta música ilustrava na perfeição a nossa presença no Intendente”.
Ao todo são cerca de 3 mil imagens, organizadas cronologicamente, que resultam num filme de 6 minutos que conta a história possível desta noite que marcou a diferença nos santos populares deste ano. Desde a montagem da mostra de vídeos nos diversos bares até à intervenção do Largo do Intendente com as nuvens e toda a celebração que se seguiu com as atuações de DJ Nery, Sensible Soccers, Capitão Fausto, the Discotexas Band e  BLAYA além claro do “hosting” personalizado das noivas de Santo António Cláudia Jardim e Joana Barrios. A música original do vídeo é assinada por Nicolai Sarbib aka CVLT, colaborador habitual da dupla João Pedro Vale / Nuno Alexandre Ferreira.
O resultado é um olhar revelador, íntimo, pessoal de dois artistas que aterraram no Intendente como dois extraterrestres num planeta estranho, documentando para fins pessoais tudo o que por ali aconteceu. Fotos que não eram suposto serem um filme mas são, fotos que valem cada uma mil ou mais palavras, fotos que estavam escondidas em dois telemóveis e agora se revelam ao mundo.

Comentários fechados