Boom Festival um dos sete mais espetaculares acontecimentos do mundo

Publicado em 25 Julho, 2016 Por...Jorge Silva Medeiros » Artes, Multimédia, Slider
Boom
O BOOM FESTIVAL, que regressa entre 11 e 18 de agosto aos cerca de 150 hectares da Herdade da Granja, em Idanha-a-Nova, foi considerado pela prestigiada Rolling Stone como um dos “sete mais espetaculares acontecimentos transformacionais do mundo”. No artigo da revista de culto norte-americana, o festival português surge ao lado de eventos internacionais como Burning Man (Nevada, Estados Unidos), Symbiosis Gathering e Lightning in a Bottle (ambos na Califórnia, Estados Unidos), Envision (Costa Rica), Beloved (Oregon, Estados Unidos) e Shambhala Gathering (Canadá).
 
De recordar que a expressão “transformational festivals” nasceu a partir de uma apresentação de Jeet Kei Leung no TED X Vancouver (Canadá) em 2011 que agregou uma rede de festivais mundiais que são baseados em arte, música e um programa de workshops sobre temas alternativos e na sua maioria independentes. Desde então tornou-se uma categoria por si na indústria de festivais.

 

 

 

O evento bienal de cultura independente que, desde 1997, se realiza em agosto é uma referência internacional, 85% do seu público vindo do estrangeiro para o festival e que agora se vê reconhecido por media internacional ou até pelo website de referência www.fest300.com. Multidisciplinar, transgeracional e intercultural, o Boom cruza diversas correntes artísticas – pintura, escultura, land art, instalações interativas, música, videoarte, artes plásticas e graffiti – complementadas por um vasto cartaz de conferências, workshops, tertúlias e apresentações. É um evento sem patrocinadores que vive das receitas de bilheteira.

 

 

 





Editor de música Jorge Medeiros tenta saber e dizer algo sobre cultura do Mundo. Vive principalmente de radio e da sua fina cabeça, também da internet e do seu site de musica.

Comentários fechados