As novidades do Reverence Valada

Publicado em 11 Maio, 2014 Por...Mafalda Matos » Cartaz de Eventos, Musica

sleepysun

 

As novas bandas confirmadas para o cartaz dos dias 12 e 13 de Setembro, que foca géneros stoner-rock, shoegaze e psych rock. Uma embaixada americana com visibilidade na imprensa da musica internacional, em publicações como a Kerrang!, Drowned in Sound, The Quietus, ou, Clashmusic:
Bardo Pond (US), Sleepy Sun (US), Cave (US), Wooven Wand (US), Daughters of the Sun (US), e The Feeling of Love (FR) são os novos nomes a entrar na primeira edição deste festival.
Com Hawkwind, Electric Wizard, Mão Morta, Psychic TV, e Graveyard a encabeçar este line-up são já mais de quarenta bandas a atuar no Parque das Merendas da Praia Fluvial de Valada, ao longo dos dois dias, distribuídas por  três palcos.
BARDO POND (US)
Os Bardo Pond são uma das bandas de maior culto do rock psicadélico. A banda americana dos irmãos Gibbons, fundada em 1991, conta com uma discografia bastante extensa que lhes vale frequentemente comparações aos Pink Floyd, Spacemen 3, ou, My Bloody Valentine, e onde se inclui o último album “Peace On Venus”. Lou Reed era um dos seus principais admiradores, tal como os Mogwai, Alexander Tucker, ou, Laurie Anderson.
SLEEPY SUN (US)
Os Sleepy Sun vem a Valada apresentar o seu quarto album “Maui Tears”, lançado em Janeiro deste ano. Com cinco anos de existencia a banda construiu uma carreira fulgurante, acompanhou os Artic Monkeys na digressão de 2010 nos Estados Unidos, os Black Angels em 2011, e recebeu o convite de James Lavelle, produtor dos UNKLE, para participar no seu último album. É uma honra receber os Sleepy Sun, dois anos depois da primeira atuação em Portugal no Primavera Sound. Fica a garantia de um grande concerto rock.
CAVE (US)
Os Cave são um quarteto de Chicago formado em 2006 com os dois últimos álbuns editados na prestigiada editora Drag City. Atuam pela primeira vez em Portugal, em promoção ao mais recente “Threace”, album que lhes valeu uma nota muito positiva na Pitchfork: “são excelentes músicos”. Na sua música, os Cave assumem as influencias dos Can e dos Neu! combinando krautrock, drone, e psych.
WOODEN WAND (US)
Wooden Wand é o projecto do cantautor e contador de histórias, James Jackson Toth, cujo estilo particularmente inspirado por Neil Young, acaba por revelar influencias da folk, do country, do rock, da psych folk, acid folk, free folk, e indie. Toth tem um album novo “Farmer’s Corner” , Bardo Pond, Sleepy Sun Cave.
editado em Abril, na Fire Records, e dizem que é dos melhores que já gravou. Entre os seus admiradores encontra-se Michael Gira dos Swans, com quem colaborou em anteriores trabalhos.
DAUGHTERS OF THE SUN (US)
Os Daughters of The Sun, de Minneapolis, são provavelmente um dos grupos mais experimentalistas a passar pelo Reverence, uma banda que investe por territórios do free-jazz, da folk, e do rock progressivo dos anos 70, desenvolvendo uma sonoridade própria de difícil catalogação. A ver.
THE FEELING OF LOVE (FR)
The Feeling of Love é um projecto nascido em Metz pela criação do one-man-band, Guillaume Marietta. Editaram o album de estreia, “Dissolve Me”, em 2011, e conseguiram edição nos Estados Unidos no selo Kill Shaman Records, o que os levaria em digressão a partilhar palcos com Ty Segall, Girls, ou, Thee Oh Shees. As suas influencias passam pelos Velvet Underground, Can, Suicide, ou, Syd Barrett.
Os nomes agora anunciados vêm atualizar um cartaz com mais de 40 bandas, entre as quais: Hawkwind, Electric Wizard, Mão Morta, Red Fang, Psychic TV, Ringo Deathstarr, Black Bombaim, Crippled Black Phoenix, Asimov, Keep Razors Sharp, Swervedriver, Sunflare, The Cosmic Dead, Killimanjaro, White Manna, Exit Calm, The Quartet of Woah!, The Oscillation, Murdering Tripping Blues, Air Formation, The Telescopes, Spindrift, Jibóia, Naam, White Hills, The Wytches, Moon Duo, Sonic Jesus, Black Leather, Process Of Guilt, Woods, One Of These Days and Thee Heavy Tone Colour Lab, Born A Lion, Mugstar, The Asteroid#4, Bruto And The Canibals, Graveyard e System 7.

Comentários fechados